ACLIMATAÇÃO E ADAPTAÇÃO DO PEIXE NO LAGO

Existem basicamente duas formas importantes e distintas para um peixe se acostumar em um lago, e viver de forma plena e saudável no seu novo habitat. São duas fases, sendo uma chamada de aclimatação, e a outra de adaptação.

A aclimatação normalmente ocorre em média 2 meses, para o peixe se ambientar com o seu novo lar. Nesse período ele irá acostumar com os parâmetros da água, os companheiros, a alimentação, a temperatura, o ambiente e etc. O equilíbrio biológico do lago tem que estar de acordo para receber os novos moradores, e se os parâmetros da água estiverem desfavoráveis o peixe não conseguirá a aclimatação ideal.

As inúmeras propriedades da água tem uma relação direta na vida aquática. Por isso as mudanças mais insignificantes nos parâmetros químicos têm uma influência direta sobre a vida dos nossos peixes.

A compatibilidade entre espécies de peixes é algo que requer atenção do Laguista. É muito importante ter peixes compatíveis para um bom convívio. Essa mistura é feita em alguns lagos comunitários, mas na maioria dos casos, faz com que sejam ambientes para brigas e agressões entre espécies diferentes, ocasionando ao peixe apatia e morte.

Os peixes precisam de dietas contendo níveis adequados de vitaminas, proteínas, minerais e gordura. A qualidade, quantidade e frequência são quesitos a serem considerados. Portanto, alimente seus peixes duas vezes ao dia com ração de boa qualidade, sem exageros.

Quando há mudanças muito bruscas de temperatura, os peixes ficam estressados e com isso comem menos ou até param de se alimentar. A temperatura da água pode influenciar bastante nos processos fisiológicos dos peixes (crescimento, reprodução e metabolismo). Cada peixe tem uma temperatura de conforto diferente e algumas espécies são mais resistentes que outras.

Tenha cuidados redobrados em selecionar só peixes saudáveis na loja, e quando chegar em casa com o saco plástico de transporte, coloque boiando na água do lago por 20 minutos, em seguida, a cada 5 minutos coloque um copo de água do lago dentro do saco, permitindo a equalização da temperatura e o pH da água para o peixe recém comprado.

Assim que os peixes estejam acondicionados à química da água, temos a fase da adaptação, e nessa fase o peixe deve se mostrar adaptado com o novo ambiente, inclusive até se reproduzir no lago de forma natural. Sempre monitorize os novos habitantes nas primeiras semanas em busca de sinais de stress ou doenças.

Para adaptação e sobrevivência do peixe as espécies necessitam de boa locomoção, formas de vencer a resistência do atrito e a ação da gravidade, e garantir uma captação de oxigênio eficiente do lago ornamental.

As carpas, por exemplo, se desenvolvem de acordo com o tamanho do local disponível. Elas podem até ser criadas em pequenos lagos, mas se não forem transferidas para áreas maiores, elas "atrofiam". Carpas crescem muito rápido, por isso, adquira pequenas, entre 10 a 15 cm. Quanto maior o lago ou tanque, maior ela se desenvolverá.

No Brasil, possuímos regiões com temperaturas muito distintas e com amplas variações se comparadas às regiões sul com a nordeste, por exemplo. As pisciculturas invadiram o Pais, tanto em regiões mais temperadas quando em regiões com temperaturas sub tropicais ou frias.

Carpas e Kinguios, por exemplo, são criados em larga escala em praticamente todas as regiões, isso significa que possuem exemplares com exigências distintas de acordo com sua adaptação ao ambiente de criação.

Em algumas regiões do nordeste, por exemplo, esses peixes estão adaptados a temperaturas entre 28 a 32 graus, sendo criado a 40 anos por vários criadores, “geração após geração”, esses peixes foram adaptados naturalmente a esses ambientes com essas temperaturas.

Já no sul do Brasil existem criadores com a mesma história de sucesso, mais por outro lado os peixes foram adaptados a temperaturas frias e subtropicais entre 15 à 23 graus, os peixes também foram adaptados naturalmente a essas temperaturas.

Essa grande facilidade de adaptação ocorreu porque a Carpa e o kinguio foi trabalhado geneticamente à muitos séculos em diferentes regiões e países, dessa forma se tornou um peixe com grande poder de adaptação.

Conheça nosso Curso de Lagos pelo site www.mestredoslagos.com.br e aprenda diversas dicas sobre formas de construção e maneiras de cuidar do lago ornamental e agregar mais conhecimento para seu hobby.

Se você ainda não segue o Mestre dos Lagos - Curso de Lagos Ornamentais no facebook, não perca tempo!!! Curta nossa página e fique por dentro sobre as novidades de lagos ornamentais.

Faça você mesmo(a) seu lago com ajuda do nosso curso (on-line) e compartilhe momentos agradáveis com amigos e familiares no seu novo ambiente de laser.

www.mestredoslagos.com.br