COMO EVITAR AS ZONAS MORTAS NO LAGO

Nos lagos ornamentais é muito comum o aparecimento de zonas mortas (locais onde não existe a circulação de água), justamente nestas zonas paradas que existe o acúmulo de matérias orgânicas que não conseguem passar pela filtragem, com isso, é propício o aparecimento de algas. Para que este problema não ocorra devemos instalar bombas de circulação com saídas estratégicas fornecendo a correta movimentação da água em áreas paradas do lago.

A bomba d'água para movimentação e circulação não precisa necessariamente ter saída para o filtro, sua finalidade é somente circular a água e levar para uma cascata ou outro lugar no lago. A cascata deve encontrar-se na parte mais rasa do lago, a fim de que o turbilhão provocado pela água leve as partículas de sujeira em direção ao lado oposto, onde é colocado as bombas de captação para filtragem (ponto principal de captação).

Para um melhor controle da circulação é recomendado à construção de lagos circulares onde o “efeito redemoinho” auxilia na eliminação destas zonas. Os lagos com formatos retangulares em concreto, a profundidade deverá ser maior com a decantação para parte mais funda onde localiza-se o ralo de circulação da água, evitando assim, o aparecimento de zonas mortas. Uma boa circulação da água traz grandes benefícios para toda vida aquática no ecossistema, aumentando bastante a presença de oxigênio que é ótimo para os peixes ornamentais.

Essas e outras dicas você encontra tudo no curso de lagos ornamentais Mestre dos Lagos. Com direito a 11 e-books gratuítos para se aperfeiçoar e tornar-se um especialista em projeto, construção e manutenção de lagos ornamentais.

Não perca essa oportunidade!!!

Acesso pelo site www.mestredoslagos.com.br