PAISAGISMO COM LAGOS ORNAMENTAIS

Muitos jardins são projetados e decorados com lagos ornamentais que trazem mais vida ao lugar. Os projetos paisagísticos residenciais estão baseados na integração do próprio jardim com a sofisticação das plantas escolhidas para o ambiente.

Lagos sem plantas são considerados ambientes pobres. O verde favorece de forma natural a junção da natureza ao paisagismo. Para manter o jardim em harmonia e integrados a residência, podemos cultivar plantas tropicais e subtropicais específicas da região.

O paisagismo requer um bom planejamento, para isso, temos que verificar as condições climáticas no solo, o reconhecimento do terreno, luz do ambiente e o uso correto do espaço, esses são os primeiros passos para garantir o pleno desenvolvimento das plantas e do jardim.

Diversas são as opções de plantas para o paisagismo do lago, no entanto, é importante que alterne as formas e cores para garantir uma vista harmoniosa. As plantas escolhidas que tenham folhas perenes de tamanho grande e flores duradouras, podem ficar próximas ao lago para contribuir na redução da manutenção.

As plantas e flores decorativas devem ser selecionadas para o projeto após um estudo minucioso. Além de levar em conta as preferências pessoais, é indispensável conhecer as espécies mais indicadas para o clima da sua região, bem como os cuidados específicos da planta.

A composição das cores é muito importante para o projeto do paisagismo. Além do verde as demais tonalidades de plantas são fundamentais para dar realce e deixar o ambiente mais encantador. As cores devem complementarem o ambiente de forma harmônica.

O lago é um ecossistema perfeito para peixes, aves, insetos e anfíbios que acrescentam mais vida ao ambiente buscando abrigos nas plantas de maneira natural. Muito além da beleza natural, as plantas aquáticas são organismos aliados na manutenção da qualidade da água dos lagos ornamentais, contribuindo para uma menor manutenção e maior estabilidade do ecossistema aquático.

Para os locais ensolarados, rasos e encharcados no lago podemos escolher plantas aquáticas marginais e palustres como a Rotala, Hhygrophila, Acorus, Sombrinha Chinesa, Inhame Roxo, Copo de Leite, Papiro, etc. Já no jardim externo em solo firme pode-se cultivar, Bromélia Imperial, Filodendro, Ave do paraíso, Costela de Adão, Bromélia Vermelha, Camedórea Elegante, Palmeira Fênix, etc. Além de serem plantas populares, utilizam pouca água para o cultivo.

A manutenção do jardim é fundamental para garantir o ambiente bonito e sempre saudável. Durante os primeiros anos é preciso regar e adubar as plantas para que consigam se desenvolver plenamente. Após esse período, o jardim não precisará de grandes esforços para sua evolução.

Além da vegetação os acessórios são importantes para a decoração do ambiente. Vasos, luminárias, bancos, bonecos, jarras, rodas d’água, suportes em madeira ou ferro, decks, ponte de madeira, etc. Pergolados ficam muito bem no projeto de paisagismo e podem ser associados à vegetação com flores suspensas e trepadeiras, por exemplo.

A iluminação também pode fazer parte do projeto, afinal, o efeito das luzes destaca o jardim à noite, dando um toque mágico para todo paisagismo. Luminárias entre as plantas, dentro do lago e suspensas no pergolado são opções criativas e sofisticadas para o ambiente.

A água corrente, as decorações e o requinte do paisagismo, transforma o jardim num ambiente harmonioso. "Os cuidados no planejamento mantém a qualidade no resultado final do projeto".

Fique por dentro sobre tudo, de plantas e decoração para lagos ornamentais no curso Mestre dos Lagos. Com auxílio da literatura e a ficha técnica as espécies mais cultivadas você pode montar seu paisagismo. Curta também nossa página no facebook Mestre dos Lagos - Curso de Lagos Ornamentais e fique por dentro sobre novas dicas de lagos ornamentais.

Faça você mesmo seu lago em casa!!! Invista no seu sonho e seja um mestre em lagos ornamentais adquirindo nosso curso completo pelo site:

www.mestredoslagos.com.br